Bahia: Ativistas protestam contra a proibição da Marcha da Maconha

Ativistas protestam contra proibição da Marcha da Maconha
Portando cartazes, faixas de protesto e usando mordaças e panos pretos para lembrar o luto pela democracia, os ativistas da Ananda estiveram hoje, no Farol da Barra, manifestando-se contra a decisão judicial que impediu a realização da Marcha da Maconha.

O grupo se apresentou aos agentes da Polícia Civil que estiveram presentes para coibir o uso de drogas ilícitas e condutas interpretadas como apologéticas e apresentaram os cartazes, materiais informativos e as camiseta vendida pela Ananda. Os policiais afirmaram que nos conteúdos expostos pelo grupo não havia qualquer indício de apologia e a partir daí foi possível iniciar a manifestação.

Os integrantes da Ananda dialogaram com a população presente e distribuíram panfletos da campanha “Pela correção de um erro histórico” e material informativo sobre o Dia Mundial sem Tabaco, que coincidiu com a data da Marcha, 31/05. Dessa forma, ao mesmo tempo que que foi realizada uma discussão sobre liberdade de expressão, foi possível dialogar a respeito de políticas de drogas que têm conseguido diminuir o uso de algumas drogas, sem precisar criminalizá-las, a exemplo das campanhas sobre uso controlado de tabaco.

Os temas da manifestação era uma interrogação verde e as mordaças pretas, representando as idéias que o grupo quer expressar, mas que têm sido sistematicamente reprimidas. Cerca de 60 pessoas estiveram presente durante as 3 horas de manifestação. A população que visitava o local aceitou bem a manifestação e também ficou interessada pelo conteúdo dos panfletos.

Durante a manifestação, diversas pessoas foram revistadas. 3 pessoas foram conduzidas à Delegacia para prestar esclarecimentos. 1 estava sem os documentos, 1 portava 3 cigarros de maconha e outro portava camisetas para vender, sendo 2 delas consideradas como com conteúdos apologéticos. A Ananda registrou o contato dessas pessoas para prestar aconselhamento jurídico posterior.

O grupo informou à imprensa e aos presentes que, para assegurar a realização da Marcha no fiinal de junho, deram entrada com um Habeas Corpus na última sexta-feira, 29 de maio, solicitando proteção da Justiça contra a coação ilegal exercida pelo Ministério Público do Estado da Bahia. Serão utilizados os recursos jurídicos disponíveis para garantir o direito à livre expressão e reunião para manifestar idéias e opiniões, mesmo que tenhamos que levar o caso ao Supremo Tribunal Federal.

A Marcha da Maconha está remarcada oficialmente para o dia 28 de junho, às 15hs.

Foram tiradas diversas fotos e realizados muitos registros de vídeo. Em breve todo material será disponibilizado no site da Ananda e da Marcha da Maconha.

Veja as fotos on-line do evento: CLIQUE AQUI

Pedimos às pessoas que tenham fotos ou vídeos do evento que enviem para o email: contatoananda@gmail.com

Anúncios

2 Respostas para “Bahia: Ativistas protestam contra a proibição da Marcha da Maconha

Deixe um comentário, sua opinião é importante para nós:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s