Cadeia produtiva da maconha nos EUA prepara onda de IPOs

Empresas que trabalham com o uso medicinal da planta buscam recursos com a ajuda de ex-banqueiros

São Paulo – As empresas que operam na cadeia de produção, distribuição e venda de maconha nos Estados Unidos estão próximas de ir ao mercado para vender ações do que chamam de “indústria multibilionária inexplorada”.

O uso medicinal da maconha, permitido em 15 estados, incentivou a criação de empresas focadas em aproximar e auxiliar os consumidores e produtores com produtos que vão desde a venda de câmaras especiais para o cultivo da planta, até um site que mostra os pontos de venda.
Derek Peterson, ex-banqueiro do Morgan Stanley, é um dos executivos pioneiros da indústria que visualizou no setor uma oportunidade única para multiplicar os investimentos. Peterson revelou em entrevista concedida à Bloomberg o desejo de vender ações da General Cannabis e da GrowOp Technology.
A General Cannabis, por exemplo, já tem os papéis negociados no mercado de balcão americano. Com o código de negociação ‘CANA’, as ações tiveram um desempenho negativo em 2011, com uma queda de 25,9%, negociadas a 3,12 dólares.
A empresa adquiriu, em novembro do ano passado, a Weedmaps.com. O site conseguiu uma receita bruta de 3 milhões de dólares em 2010, um enorme crescimento quando comparado aos 150 mil dólares atingidos em 2009. O propósito do site é o de aproximar os vendedores e compradores da maconha medicinal. Ao final do ano passado, cerca de 900 vendedores pagavam pelo direito de aparecer nos mapas do site.
Além disso, a Weedmaps criou a Weed Strain Exchange, uma espécie de bolsa de valores para os variados tipos da maconha. Além da Weedmaps, a General Cannabis ainda possui em seu portfólio as empresas General Health Solutions (clínicas médicas que fazem o uso da maconha) e a Merchant Services (focada em ajudar os vendedores da planta com equipes de vendas especializadas).
A GrowOp Technology, por sua vez, oferece produtos que ajudam no cultivo das plantas. Os produtos oferecidos vão desde lâmpadas utilizadas nas estufas, até equipamentos maiores como trailers que funcionam como grandes estufas. O maior deles é vendido por 80 mil dólares e detalhes como temperatura e quantidade de CO2 no ar podem ser controlados por meio de um aplicativo de iPhone.
A companhia vendeu o primeiro trailer em maio e até o final do ano passado já tinha conseguido 800 mil dólares em receitas, afirmou Peterson à Bloomberg. A General Cannabis planeja arrecadar até 10,5 milhões de dólares com a Oferta Inicial de Ações (IPO, na sigla em inglês) com a venda de 3 milhões de ações, de acordo com um comunicado publicado na SEC (Securities and Exchange Comission) no início de março.
A GrowOp ainda está na fase de auditoria para vender ações.

 Fonte: Exame

Anúncios

Deixe um comentário, sua opinião é importante para nós:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s