Clubes Sociais da Cannabis se espalham pela Europa

Cultivo da TUP, uma planta por pessoa. (setembro de 2011)

O modelo foi implantado pela primeira vez na Espanha, através da atitude corajosa de muitos ativistas e outras pessoas que usam maconha. Mas nos últimos anos além de ter ganho legitimidade entre a sociedade espanhola, que hoje tolera a existência de centenas de associações do tipo no país, os Cannabis Social Clubes, como vem sendo chamado esse modelo, tem se espalhado por toda Europa. O modelo vem se consolidando como um dos mais aceitos não apenas pela sociedade em geral, mas pela autoridades legais.

Ao longo de 2011, Encod – European Coalition for Just and Effective Drug Policies,  Coligação Européia por Políticas sobre Drugas Justas e Eficazes, fez um esforço consistente para promover o modelo Cannabis Social Club em toda a Europa. Na Bélgica, o clube Trekt Uw Plant (TUP) organizou 4 encontros para distribuir a colheita de 250 plantas de cannabis, para um total de 130 membros, sem que tenha havido qualquer interferência de autoridades legais. O clube foi mencionado em vários artigos de imprensa, incluindo uma reportagem de capa da revista HUMO, muito famosa na Bélgica. O Trekt Uw Plant também recebeu a visita do esloveno membro Encod Janko Belin, que está envolvido na criação de um novo Cannabis Social Clube na Eslovénia. Isso se tornou possível graças a uma modificação da legislação sobre drogas na Eslovénia, em novembro do ano passado.

Na Assembléia Geral da Encod que aconteceu em julho do ano passado em Praga, decidiu-se editar um Código de Conduta para os Clubes filiados à Coligação, a fim de garantir que haja respeito a alguns princípios. Este código foi apresentado em dezembro. O modelo dos clubes também tem sido usado como base para a discussão sobre uma possível regulamentação do mercado de cannabis na Alemanha, Itália e Grécia. Também há notícias de que na a cidade de Utrecht, na Holanda, independentemente da tendência repressiva do governo holandês atual, há uma iniciativa de formação de um clube em andamento.

Em breve a Encod deverá publicar uma versão completa do seu relatório anual em português.

Fonte: Relatório Anual da Encod

Anúncios

2 Respostas para “Clubes Sociais da Cannabis se espalham pela Europa

    • Concordo totalmente Fabiano. Temos que nos unir todos em torno disso. Essa é a meta. Mas para isso, precisamos fundar a associação, o que inclui alugar uma sede e custear as despesas minímas para tal. Esse, a meu ver, é o maior entrave.

Deixe um comentário, sua opinião é importante para nós:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s